12.5.17

Parábola dos três Jorges

Jorge Mario Bergoglio, Jorge Gonzalez Manent e Jorge Francisco Isidoro Luis Borges Acevedo

Jorge Mario Bergoglio era professor de literatura e psicologia no colégio La Inmaculada Concepción de Santa Fe, no interior da Argentina, em meados da década de sessenta. Por essa altura, convidou outro Jorge, Jorge Francisco Isidoro Luis Borges Acevedo, para dar umas aulas aos seus alunos. Um dia, Jorge Mario foi buscar Jorge Francisco, então já cego, ao hotel e demorou mais do que seria de esperar para subir e descer ao terceiro andar onde o segundo Jorge estava alojado. Um dos alunos que tinha ido com ele, um terceiro Jorge, Jorge Gonzalez Manent, fez-lhe um gesto discreto, como quem pergunta, Que se passou? Também discretamente, respondeu-lhe Jorge Mario Bergoglio, O velho pediu-me que o barbeasse. E foi esse o motivo da demora.