15.5.17

Falta de coragem

Enquanto no ecrã aparecia o retrato do pintor com a paleta e os pincéis, reparei no mancebo de barbas, na audiência, com o lápis assente na orelha. Não duvidei que o pintor também tivesse usado o lápis assim, no seu tempo, e eu próprio deplorei, na altura, faltar-me coragem para andar com um de tal modo. A minha cobardia social sobrepõe-se à evidente utilidade prática de fazer transportar um lápis (eu usaria mina 4B) onde outros apõem a haste dos óculos.