29.8.14

A insustentável dimensão humana

Após a concepção, o número de células do embrião humano começa a duplicar a cada dia; continuasse a fazê-lo durante os nove meses da gestação, ao longo de duzentas e setenta e quatro duplicações, o ser resultante pesaria mais do que toda a matéria do universo observável; tudo o que conhecemos ou intuímos, tudo o que nos rodeia, à vista descoberta ou a distâncias que nunca alcançaremos, pode mais não ser do que um ente que atingiu uma dimensão insustentável. O universo é, dito de outro modo, um homem fora de controlo.

(Uma hipótese idêntica está na base da teoria do universo inflacionário, e do big bang original)